Corpo, Postura, Rolfing e Movimento

A série básica de Rolfing®, as dez primeiras sessões

Geralmente, a primeira vez que alguém procura o Rolfing®, faz a série básica, que consiste  de 10 sessões. Trabalha-se dos pés à cabeça procurando alinhar todas as partes do corpo em torno de um eixo central para que a gravidade flua por meio dele, ao invés de achatá-lo.

Esse protocolo da série básica de Rolfing® foi inspirado em um que está escrito no site: www.rolfguild.com

Protocolo das 10 sessões de Rolfing®

Sessão 1

A primeira sessão compreende uma área extensa do corpo e o trabalho é realizado sobre a camada mais superficial do tecido conjuntivo. O objetivo é dar mais espaço para a parte interna do corpo e aumentar a mobilidade de toda a estrutura. Se a camada superficial fosse uma roupa, o trabalho seria descolar e espalhar o tecido para distribuí-lo melhor. Há bastante trabalho no tórax para liberar a respiração e também na bacia para começar a posicioná-la melhor em relação ao restante do corpo. É muito comum as pessoas relatarem maior sensação de leveza ao final da sessão.

Sessão 2

Nesta sessão, os pés e as pernas são o tema principal. Que os arcos dos pés sejam elásticos e funcionem como molas, amortecendo o choque do corpo no contato com o chão, em benefício de toda a estrutura e, em particular, da coluna. Outro objetivo é possibilitar o fluxo do peso do corpo pelas pernas, criando mais estabilidade, firmeza e capacidade de ajuste às mudanças da superfície de apoio. Queremos também alongar as costas, a fim de que a coluna possa se mover com mais flexibilidade.

Sessão 3

Trabalhamos as linhas laterais do corpo, ajudando a criar a sensação de definição e separação das partes anterior e posterior do tórax. Essa sessão integra o trabalho da primeira sessão com o da segunda. O espaço que existe entre a bacia e o tórax começa a ser melhor percebido. O movimento da respiração começa a fazer com que o tronco se mexa.

Sessão 4

Esta sessão começa a despertar a percepção do eixo central do corpo, a partir do trabalho no lado interno das pernas, que compreende também o assoalho pélvico, local frequentemente apertado. É um momento importante da série de sessões. A quarta sessão é também o momento menos indicado para interromper ou adiar o processo por um longo período. Recomenda-se que o intervalo de tempo entre esta e a sessão seguinte seja pequeno.

Sessão 5

Continuamos a trabalhar o eixo central, agora pela parte anterior do tronco, desde o osso púbis até o pescoço. É hora de despertar a percepção dos músculos abdominais profundos muitas vezes ignorados nos movimentos realizados com as pernas. Se quer o equilíbrio dessa camada mais profunda com a mais superficial. Essa sessão facilita a conexão das pernas com o tronco, como na hora de andar, com o movimento das pernas se iniciando quase no meio da coluna.

Sessão 6

Agora se trabalha para conquistar um eixo central das partes do corpo pela parte de trás. Um dos objetivos é ajudar o sacro a se movimentar acompanhando a respiração. Deve-se desbloquear e equilibrar o cóccix, o ossinho no final da coluna. Nessa sessão, procura-se de novo liberar a bacia para que ela comece a se mover e que se mova em relação a pernas e pés.

Sessão 7

Na sétima sessão, é o momento de se equilibrar a cabeça em cima do tronco e das pernas, para que ela se sustente sem esforço e sem tensões desnecessárias. Espera-se encontrar um contínuo harmonioso e vertical do tronco até o topo da cabeça.

Sessões 8 e 9

As três últimas sessões da série tem como principal objetivo a integração de todas as partes do corpo. Neste ponto da série muitas mudanças já terão ocorrido. É hora de conectar a parte de cima do tronco e a parte de baixo com o centro do corpo. Na sessão 8, normalmente, trabalha-se a parte de baixo do tronco e, na 9, a parte de cima.

Sessão 10

Nesta sessão trabalha-se nos lugares que podem ajudar a pessoa a conseguir mais mudanças e manutenção dos ganhos nos meses que se seguem ao término da série, com um maior alinhamento de todas as partes do corpo em torno de um eixo central.

E veja neste vídeo alguns benefícios do Rolfing.

Post anterior Próximo post

Você pode gostar também de